Programa Espírita Terceira Revelação
Rádio Litoral FM 93,9Mhz :: Recife PE

III SEMINÁRIO EM PROL DO PROGRAMA ESPÍRITA TERCEIRA REVELAÇÃO

sexta-feira, 28 de outubro de 2011 17:52 por Tamara

Participe do III Seminário que tem como objetivo custear as despesas do Programa Espírita de Rádio – Terceira Revelação.

Tema: Mediunidade – Uma Realidade Interexistencial

Data: 11 de dezembro de 2011, das 14 às 17h30

Facilitadores: André Persi Adilson Santos

Local: Centro Espírita Moacir – Rua Paula Batista, 205 – Casa Amarela, Recife – PE

Investimento: R$ 10,00 (Dez Reais) para ingresso individual ou R$ 15,00 (Quinze Reais) com ingresso para duas pessoas e com direito a lanche para a dupla.

Ingressos à venda nas instituições espíritas de Casa Amarela e com a Equipe do Programa Terceira Revelação:

 

MIDIAN CRUZ (81) 8101-7595, 8503-6015 E 3447-4353

HERNUZA SANTANA (81) 8542-6383 E 3076-3230

ADREILSON SANTOS (81) 87930853

ROBSON FÉLIX (81) 8738-3926

EDNALDO LINO (81) 8641-3818

 

   

Categorias:   Programação
Ações:   E-mail | Link | Comentários (0) |

CRIANÇAS E O ESPIRITISMO

sexta-feira, 14 de outubro de 2011 21:55 por Tamara

 

A Criança

Compreendemos, pois, que a criança é o Espírito eterno que ora reinicia a sua aprendizagem no mundo, trazendo consigo ao renascer uma bagagem de experiências multi-milenares, mas carregando também em si mesma, o germe de seu aperfeiçoamento.

Seu objetivo na Terra: EVOLUIR, desenvolver sua potencialidade interior, compreender a si mesma e ao mundo que a cerca, corrigir os erros cometidos no passado, superar os próprios defeitos, desenvolvendo assim, gradativamente, o germe da perfeição que carrega em sim mesma, como herança Divina."Ó espíritas! compreendei hoje o grande papel da Humanidade; compreendei que quando produzis um corpo, a alma que nele se encarna vem do espaço para progredir; sabei vossos deveres e colocai todo o vosso amor em aproximar essa alma de Deus:" (O Evangelho Segundo o Espiritismo - cap. XIV.9)

 Os Espíritos nos ensinam também que desde o berço a criança manifesta os instintos bons ou maus que traz de sua existência anterior:

" Desde o berço, a criança manifesta os instintos bons ou maus que traz de sua existência anterior; é a estudá-los que é preciso se aplicar; todos os males têm seu princípio no egoísmo e no orgulho; espreitai, pois, os menores sinais que revelem os germes desses vícios, e emprenhai-vos em combatê-los, sem esperar que lancem raízes profundas; (...)" (O Evangelho Segundo o Espiritismo - cap. XIV.9)

 O objetivo do Espírito ao reencarnar é se aperfeiçoar, e a fase infantil é a mais propícia à ação educativa.

 " O Espírito se encarnando para se aperfeiçoar, é mais acessível, durante esse período, às impressões que recebe e que podem ajudar o seu adiantamento, para o qual, devem contribuir aqueles que estão encarregados da sua educação." (O Livro dos Espíritos - pgta. 383)

 Os ensinamentos dos Espíritos são claros:

·       O homem é um ser perfectível, carregando em si o germe de seu aperfeiçoamento.

·       O Espírito reencarna para se aperfeiçoar, evoluir.

·       A união da alma e do corpo se inicia na concepção e se completa no nascimento.

·       Desde o berço, a criança manifesta os instintos bons ou maus que traz de sua existência anterior.

·       A partir do nascimento, suas idéias retomam gradualmente impulso, à medida que se desenvolvem os órgãos.

·       As faculdades do Espírito somente se manifestam gradativamente, de acordo com o desenvolvimento dos órgãos.

·       O Espírito se encarnado para se aperfeiçoar, é mais acessível, durante esse período, às impressões que recebe e que podem ajudar o seu adiantamento, para o qual devem contribuir aqueles que estão encarregados da sua educação.

 Texto extraído do site:

http://www.espirito.org.br/portal/artigos/diversos/evangelizacao/a-crianca.html 

Categorias:   Mensagens Espíritas
Ações:   E-mail | Link | Comentários (0) |

PROGRAMAÇÃO DE OUTUBRO 2011

sexta-feira, 14 de outubro de 2011 20:18 por Tamara

EDIÇÃO 297 - 15/10/2011

CONVIDADO: LucianoVieira - Centro Espírira Pedro Carneiro

TEMA: Dificuldades do trabalho e dos trabalhadores da Casa Espírita 

 

1 - QUE SÃO OS GRUPOS, CENTROS OU SOCIEDADES ESPÍRITAS?

      A) QUAIS OS SEUS OBJETIVOS?

      B) E SUAS  PRINCIPAIS ATIVIDADES BÁSICAS?
      C) E EM RELAÇÃO AOS TRABALHADORES, QUAIS SÃO AS MAIORES DIFICULDADES?

 2 - QUEM SÃO AS PESSOAS QUE REALIZAM AS ATIVIDADES NA CASA ESPÍRITA?

      A) COMO É FEITA A CAPACITAÇÃO DESSES TRABALHADORES?

      B) E QUEM  (OU O QUE) DETERMINA QUE UMA PESSOA ESTÁ APTA PARA DETERMINADA TAREFA?

3 - EM GERAL, O QUE IMPEDE O BOM DESEMPENHO DOS TRABALHOS NO CENTRO ESPÍRITA?

4 - COMO LIDAR COM OS DIFERENTES COMPORTAMENTOS E OPINIÕES DO GRUPO?

5 - O QUE TEM SIDO FEITO PARA ESTIMULAR OS TRABALHADORES, ACOLHER OS NOVOS FREQUENTADORES E  DAR MAIS QUALIDADE ÀS ATIVIDADES BÁSICAS DO CENTRO ESPÍRITA?

6 - BEM, PARA FINALIZAR DEIXE SUA INTERPRETAÇÃO DO LEMA "FORA DA CARIDADE NÃO HÁ SALVAÇÃO", EM RELAÇÃO AO TEMA APRESENTADO.

 ENQUETE DO TEMA:

O QUE ATRAPALHA O BOM ANDAMENTO DAS ATIVIDADES NA CASA ESPÍRITA?

A)     NOSSAS IMPERFEIÇÕES.

B)      DIRIGENTES AUSENTES E TRABALHADORES DESMOTIVADOS.

C)      FALTA DE ACOLHIMENTO ENTRE TRABALHADORES E FREQUENTADORES. 

BREVE REFLEXÃO

O CENTRO ESPÍRITA”:

"Local onde os espíritas se reúnem para trabalhos e estudos doutrinários". 

"Unidade fundamental do movimento espírita".

"É escola de formação espiritual e moral".

 "Deve ser núcleo de estudo, de fraternidade, de oração e de trabalho com base no Evangelho de Jesus, à luz da Doutrina Espírita". 

"Uma grande família, onde as crianças, os jovens, os adultos e os mais idosos tenham oportunidade de conviver, estudar e trabalhar".

"Deve caracterizar-se pela simplicidade própria das primeiras casas do Cristianismo nascente". 

"É o oásis de paz e esperança onde esperam encontrar Jesus de braços abertos, para a doce e suave comunhão da fraternidade e alegria". 

"É um ponto do Planeta onde a fé raciocinada estuda as leis universais, mormente no que se reporta à consciência e justiça, à edificação do destino e à imortalidade dos ser". 

"Lar de esclarecimento e consolo, renovação e solidariedade, em cujo equilíbrio cada coração que lhe compõe a estrutura moral se assemelha a peça viva de amor na sustentação da obra em si". (Equipe da FEB, 1995).                                                                                                                                                     

MENSAGEM SOBRE O TEMA:

INDAGAÇÕES A NÓS MESMOS  

Que seremos na casa de nossa fé, em companhia daqueles que comungam conosco o mesmo ideal e a mesma esperança?

Uma fonte cristalina ou um charco pestilento?

Um sorriso que ampara ou um soluço que desanima?

Uma abelha laboriosa ou um verme roedor?

Um raio de luz ou uma nuvem de preocupações?

Um ramo de flores ou um galho de espinhos?

Um manancial de bênçãos ou um poço de águas estagnadas?

Um amigo que compreende e perdoa ou um inquisidor que condena e destrói?

Um auxiliar devotado ou um expectador inoperante?

Um companheiro que estimula as particularidades elogiáveis do serviço ou um censor contumaz que somente repara imperfeições e defeitos?

Um pessimista inveterado ou um irmão da alegria?

Um cooperador sincero e abnegado ou um doente espiritual, entrevado no catre dos preconceitos humanos, que deva ser transportado em alheios ombros, à feição de problema insolúvel?

Indaguemos de nós mesmos, quanto à nossa atitude na comunidade a que nos ajustamos, e roguemos ao Senhor para que o vaso de nossa alma possa refletir-lhe a Divina Luz.

 

 (pelo Espírito André Luiz - Do livro Correio Fraterno, Psicografia de Fco. Cândido Xavier). 

Categorias:   Programação
Ações:   E-mail | Link | Comentários (0) |